HEIDEGGER E A RELIGIÃO: UMA INTERFACE

José Reinaldo Felipe Martins Filho

Resumo


O objetivo do presente texto é apresentar a possí­vel contribuição da filosofia heideggeriana no tocante a uma filosofia da religião. Para tal, se propõe adentrar os ditames da ontologia fundamental, procurando nela a proposta de um ultrapassar da metafí­sica tradicional, o que implica em uma re-elaboração da compreensão de Deus erigida ao longo dos séculos. A todo o conjunto acumulado ao longo da história, Heidegger denomina onto-teo-logia. Sua proposta de um olhar crí­tico sobre a religião prevê retirar-lhe qualquer papel utilitário, bem como, proporcionar o solo adequado para a manifestação do ser em si mesmo. Não se trata, portanto, de um ateí­smo, tampouco um teí­smo; trata-se de um discurso para além dos deuses, ou seja, de uma ontologia pós-teológica.

Palavras-chave: Heidegger; religião; ontologia.

Texto completo:

PDF


Direitos autorais

Portal Eletrônico: Revista Filosofia Capital _________________________________________________________________________________________________________________ Licença Creative Commons
FILOSOFIA CAPITAL de REVISTA FILOSOFIA CAPITAL está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.
Baseado no trabalho disponível em www.filosofiacapital.org/. _________________________________________________________________________________________________________________________ Copyright 2006. Revista Filosofia Capital-RFC ISSN 1982-6613 Brasí­lia-DF. Todos os direitos reservados.