DEVER E LEI MORAL: KANT E O IMPERATIVO CATEGÓRICO

Bruno José Yashinishi

Resumo


O Imperativo Categórico formulado pelo filósofo Immanuel Kant (1724-1804) em sua obra Fundamentação da Metafísica dos Costumes (1785) é uma das maiores contribuições da Filosofia no campo da moral. Analisando os princípios da consciência moral, Kant afirma que a vontade só é verdadeiramente moral quando regida por esse imperativo, pois se fundamenta exclusivamente na razão, possui um valor universal e pressupõe a autonomia racional sobre a liberdade e o dever. O presente artigo investiga as bases teóricas do Imperativo Categórico, distingue-o dos imperativos hipotéticos e traz uma reflexão sobre a vida e obra de Kant particularmente centrada nos seus estudos sobre a Ética.

Palavras-chave


Imperativo Categórico; Ética; Immanuel Kant.

Texto completo:

PDF


Direitos autorais 2021 Revista Filosofia Capital - ISSN 1982-6613

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Portal Eletrônico: Revista Filosofia Capital _________________________________________________________________________________________________________________ Licença Creative Commons
FILOSOFIA CAPITAL de REVISTA FILOSOFIA CAPITAL está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.
Baseado no trabalho disponível em www.filosofiacapital.org/. _________________________________________________________________________________________________________________________ Copyright 2006. Revista Filosofia Capital-RFC ISSN 1982-6613 Brasí­lia-DF. Todos os direitos reservados.