MEURSAULT E AS REPRESENTAÇÕES SOCIAIS

Marcos Alexandre Alves

Resumo


A pesquisa busca compreender a história de Meursault em O Estrangeiro na obra literária do escritor francês, Albert Camus, com viés da teoria das representações sociais de Serge Moscovici. O personagem é descrito como anormal diante das regras morais da sociedade em sua época. No decorrer da história ele comete um crime, mas é sentenciado por ser estranho, o que entra em comum com alguns conceitos na teoria de Moscovici. Para tanto, foi feita uma revisão de literatura utilizando o indexador eletrônico Google Acadêmico para coleta dos materiais, para depois a análise dos materiais junto a leitura detalhada do livro.

Palavras-chave: Meursault. O Estrangeiro. Representações Sociais.

Palavras-chave


“Meursault”; “O Estrangeiro”; “Representações Sociais”

Texto completo:

PDF


Direitos autorais 2021 Revista Filosofia Capital - ISSN 1982-6613

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Portal Eletrônico: Revista Filosofia Capital _________________________________________________________________________________________________________________ Licença Creative Commons
FILOSOFIA CAPITAL de REVISTA FILOSOFIA CAPITAL está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.
Baseado no trabalho disponível em www.filosofiacapital.org/. _________________________________________________________________________________________________________________________ Copyright 2006. Revista Filosofia Capital-RFC ISSN 1982-6613 Brasí­lia-DF. Todos os direitos reservados.