DEVER E LEI MORAL: KANT E O IMPERATIVO CATEGÓRICO

Autores

  • Bruno José Yashinishi Universidade Estadual de Ponta Grossa.

Palavras-chave:

Imperativo Categórico, Ética, Immanuel Kant.

Resumo

O Imperativo Categórico formulado pelo filósofo Immanuel Kant (1724-1804) em sua obra Fundamentação da Metafísica dos Costumes (1785) é uma das maiores contribuições da Filosofia no campo da moral. Analisando os princípios da consciência moral, Kant afirma que a vontade só é verdadeiramente moral quando regida por esse imperativo, pois se fundamenta exclusivamente na razão, possui um valor universal e pressupõe a autonomia racional sobre a liberdade e o dever. O presente artigo investiga as bases teóricas do Imperativo Categórico, distingue-o dos imperativos hipotéticos e traz uma reflexão sobre a vida e obra de Kant particularmente centrada nos seus estudos sobre a Ética.

Biografia do Autor

Bruno José Yashinishi, Universidade Estadual de Ponta Grossa.

Mestre em História pela Universidade Estadual de Ponta Grossa. Graduado em Filosofia pelo Centro Educacional Claretiano. Graduado em Sociologia pela Universidade Paulista. Graduado em História pela Universidade Estadual do Norte do Paraná.

Downloads

Publicado

2021-12-28

Como Citar

Yashinishi, B. J. (2021). DEVER E LEI MORAL: KANT E O IMPERATIVO CATEGÓRICO. Revista Filosofia Capital - ISSN 1982-6613, 17(23), 42–49. Recuperado de https://www.filosofiacapital.org/index.php/filosofiacapital/article/view/442