APROPRIAÇÃO CULTURAL ANTROPOFÁGICA E AS MÁSCARAS BRANCAS DO RACISMO INDIGESTO

Charles Nunes Bahia

Resumo


O presente artigo busca tecer um paralelo entre os ideais filosóficos de Oswald de Andrade e Franz Fanon. Para tanto, o conceito oswaldiano de antropofagia e a metaforização fanoniana das máscaras brancas em peles negras cruzar-se-ão num ponto de interseção marcado pelos meandros de uma apropriação cultural não antropofágica, pois geradora de um racismo indigesto.

Palavras-chave


Antropofagia. Apropriação Cultural. Máscaras brancas. Racismo.

Texto completo:

PDF


Direitos autorais 2019 Revista Filosofia Capital - ISSN 1982-6613

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Portal Eletrônico: Revista Filosofia Capital _________________________________________________________________________________________________________________ Licença Creative Commons
FILOSOFIA CAPITAL de REVISTA FILOSOFIA CAPITAL está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.
Baseado no trabalho disponível em www.filosofiacapital.org/. _________________________________________________________________________________________________________________________ Copyright 2006. Revista Filosofia Capital-RFC ISSN 1982-6613 Brasí­lia-DF. Todos os direitos reservados.