JÜRGEM HABERMAS E A TEORIA DA LEGITIMAÇÃO DO SABER A PARTIR DO CONSENSO

Tiago Tendai Chingore

Resumo


Resumo: Iremos nos debruçar sobre a teoria da legitimação do saber do filósofo Jürgem Habermas, onde procuraremos analisar o seu perfil intelectual que o permitiu construir seu pensamento filosófico. Propomos explicar o contexto da ideia do projecto da modernidade habermasiano, sua teoria da acção comunicativa e o conteúdo normativo patente dentro desta teoria da modernidade. Sabe-se que Habermas é o filósofo vivo de maior projecção internacional na Alemanha, o qual, com a sua teoria da acção comunicativa, presta uma das contribuições mais relevantes para a filosofia actual. Em sua análise ao Discurso Filosófico da Modernidade e em sua Teoria Crítica, mostra-nos a consistência do conteúdo normativo da modernidade.
Palavras-chave: Habermas, influências, Agir Comunicativo, Teoria Crítica, Modernidade.

Palavras-chave


Palavras-chave: Habermas, influências, Agir Comunicativo, Teoria Crítica, Modernidade.

Texto completo:

PDF


Direitos autorais 2019 Revista Filosofia Capital - ISSN 1982-6613

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Portal Eletrônico: Revista Filosofia Capital _________________________________________________________________________________________________________________ Licença Creative Commons
FILOSOFIA CAPITAL de REVISTA FILOSOFIA CAPITAL está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.
Baseado no trabalho disponível em www.filosofiacapital.org/. _________________________________________________________________________________________________________________________ Copyright 2006. Revista Filosofia Capital-RFC ISSN 1982-6613 Brasí­lia-DF. Todos os direitos reservados.